DEZ PESSOAS FORAM PRESAS EM DOURADOS




DEZ PESSOAS FORAM PRESAS EM DOURADOS
A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira, uma operação que culminou na prisão de cerca de 10 pessoas em Dourados. Segundo o delegado da PF Chang, uma nota oficial será emitida pela PF de Ponta Porã. A operação aconteceu em decorrência do desaparecimento do líder indígena Nisío Gomes, ocorrido em novembro de 2011. Dez mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Dourados.

            O cacique Nisio Gomes desapareceu no dia 18 de novembro do ano passado, depois do ataque de um grupo de pistoleiros ao acampamento onde vivia o cacique com algumas famílias de Guarani Kaiuá. O local onde aconteceu o ataque é conhecido como acampamento Guaiviry e fica na cidade de Aral Moreira (MS).
Na ocasião a perícia não encontrou provas concretas de que realmente tenha ocorrido um assassinato no acampamento e o caso chegou a ser tratado como desaparecimento.
Durante as investigações, a PF apurou que havia indícios de que pessoas de uma empresa da área de segurança da cidade de Dourados haviam sido contratadas por fazendeiros para a retirada dos índios do acampamento.
A Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) informam que as prisões ocorridas nesta sexta-feira visam esclarecer o caso Nisio Gomes, no entanto não podem passar mais detalhes porque o processo corre em segredo de Justiça.