Avião Fez Pouso Forçado com Família de Huck e Angelica

O avião que fez pouso forçado na manhã de hoje em Campo Grande, transportava os apresentadores globais Luciano Huck, Angélica e seus três filhos. Eles vinham de Miranda para a Capital, de onde seguiriam viagem em outra aeronave. Nenhum deles se feriu gravemente.
A família, o comandante Osmar Frattini e o copiloto estavam em um avião modelo EMB 821 Carajá. Eles saíram de Miranda - distante a 201 km de Capital, onde Angélica gravava cenas do programa Estrela, com destino ao Aeroporto Internacional de Campo Grande, de onde continuariam a viagem.
O pouso de emergência foi realizado nas proximidades a rodovia MS-080, a seis quilômetros do córrego Ceroula, na Fazenda Palmeira. A primeira informação é de que uma pane atingiu os dois motores, após o dispositivo que manda combustível para os motores travar.
Assim que percebeu a falha, o piloto se preparou para fazer pouso forçado planando. Como na região tem fazendas de gado, ele procurou um lugar sem obstáculos, até conseguir uma área descampadas para fazer o pouso com segurança.
O avião pertencia a empresa MS Táxi Aéreo e era pilotado pelo comandante Osmar Frattini. Famílias que moram próximo ao local auxiliaram no resgate dos passageiros. Huck e a família foram em caminhados para atendimento médico na Santa Casa, em veículos particulares
O comandante precisou ser retirado de dentro do avião pelos Bombeiros. Um helicóptero da Base Aérea também esteve no local para auxiliar no resgate. Já o copiloto foi socorrido por Valter Sanches, que mora próximo ao local do acidente.
Proprietária - A dona da fazenda Palmeira, onde o avião pousou, Beatriz Leonardo conta que não viu o momento do pouso forçado. Ela acredita que tenha sido por volta das 10h34, quando seu o noivo estava com o pai dela embarcando o gado, viram o avião fazendo o pouso.
A fazenda está localizada há 21 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a esposa do piloto, Lucilene Frattini, ele ligou para ela no momento em que percebeu que teria de fazer o pouso de emergência. O comandante trabalha há 14 anos na empresa MS Táxi Aéreo e foi ele que passou mal após parar o avião
FOTOS E INFORMAÇÕES
ITAMAR BUZZATTA  

DIA 23/05/2015 AMAMBAI MS