EM AÇÃO CONJUNTA DOF E POLICIA MILITAR COM A CIVIL DE CORONEL SAPUCAIA

 Em ação conjunta, DOF desarticula quadrilha com sete narcotraficantes, apreende 4 carros roubados e mais de 5 toneladas de maconha.
Policiais do Departamento de Operações de Fronteira – DOF, com apoio de Policiais Militares de Amambai e Caarapó, e ainda Policiais Civis de Coronel Sapucaia, fizeram na manhã dessa sexta(26), a prisão de sete pessoas que faziam parte de uma quadrilha de narcotraficantes que tentavam trazer seis veículos carregados com mais de 5 toneladas de maconha. As prisões e apreensões ocorreram por volta das 11h00min, durante bloqueio policial na MS 289, próximo a cidade de Amambaí/MS. Na ação, foi dada ordem de parada para um Kia Optima de cor branca, que seguia em comboio com outros veículos, sendo que este desobedeceu a ordem, fugindo em alta velocidade. Foram abordados e vistoriados no local um Fiat Strada de cor preta, um Hyundai i-30 de cor prata e um VW Jetta de cor preta, todos carregados com maconha. Foi apreendido ainda um Honda Civic de cor prata também carregado de maconha, abandonado em uma fazenda nas proximidades, sendo que seu condutor evadiu-se do local. Foi solicitado o apoio da Companhia de Amambai para abordar o Kia Optima que furou o bloqueio policial, sendo interceptado logo após pela equipe da Policia Militar, que tinha como ocupantes Eurípedes Pires da Silva, de 33 anos e Thiago Dias de Souza, de 19 anos, ambos moradores em Goiânia/GO. O veículo também estava carregado com maconha. O motorista do Honda Civic, que tentou fugir, mas acabou apreendido pelos policiais do DOF, também acabou preso no final da tarde por uma equipe da Polícia Civil de Coronel Sapucaia. Um casal, que seguia com um veículo Pólo, e seria o batedor do comboio com a droga, foi preso em Caarapó e trazido para Amambai. Na soma, o total de maconha apreendida chegou a 5.094 (cinco mil e noventa e quatro) quilos da droga.  A ocorrência encontra-se em andamento na Delegacia de Polícia Civil de Amambai e um dado curioso sobre a apreensão é que, em três dos cinco carros carregados com droga, haviam lanças artesanais, popularmente chamadas de “carrapicho”, que seriam usados em fuga, contra viaturas policiais.  O instrumento é jogado na via quando os narcotraficantes estão em fuga para furar os pneus das viaturas policiais. Este instrumento pode causar danos sérios e até acidentes fatais, dependendo da velocidade dos veículos.
AMAMBAI MS 27/06/2015