GETAM/Ponta Porã Completa 50 dias, com Resultados Positivos

GETAM de Ponta Porã 
Completa 50 dias 
de Criação com 
Resultados Positivos
Ponta Porã (MS) - O Grupamento Tático Motorizado – Getam de Ponta Porã completa cinquenta dias de criação e já apresenta vários resultados positivos.

O Grupamento foi criado no mês de novembro/2015 e tem por finalidade o patrulhamento tático motorizado em apoio às unidades do 4º BPM, atua na chamada “saturação” do policiamento em áreas críticas e seu foco é o patrulhamento nas ruas e avenidas, abordando veículos e pessoas suspeitas, prevenindo desta forma, crimes e contravenções.

Os Policiais que compõem o Grupamento Tático Motorizado foram treinados e receberam instruções de Nivelamento para atuarem no policiamento motociclístico, através de aulas teóricas e práticas, ministradas por Policiais Militares capacitados e cursados, vindos do Batalhão de Choque – BPChoque com sede em Campo Grande –MS. 

Precisamente no dia 9 de novembro/2015 a Getam do 4º BPM começava a atuar, não só em Ponta Porã, mas também em toda a área do 4º BPM, onde em conjunto com a Agência Local de Inteligência – ALI e Policiais Militares do Serviço Operacional conseguiram tirar de circulação vários foragidos da Justiça, autores e infratores com rápidas ações que necessitavam de uma resposta imediata no que diz respeito à mobilidade.

Nestes cinquenta dias de atuação, o Getam efetuou a prisão de treze pessoas, destes um foragido da Justiça, três por estarem em flagrante de roubo, recuperaram objetos furtados, apreenderam três armas brancas e recuperaram oito veículos roubados ou furtados, além de apoiarem o policiamento de trânsito, em eventos e a realização de batedores. 

O comando do 4º BPM afirma que o objetivo prioritário do Grupamento é diminuir o tempo resposta nos atendimentos e desenvolver uma modalidade de policiamento voltada para a prevenção de atos delituosos, podendo atuar também na fiscalização de trânsito, escolta de autoridades, colaborando para o enfrentamento à criminalidade na região de fronteira.
Ponta Porã/MS, 23 de Dezembro de 2015.