Ocorrências DOF/MS - Dia 03 de Agosto de 2016

OCORRÊNCIAS DOF/MS

JOVEM QUE ESCONDIA MACONHA EM PACOTE DE SALGADINHO É DETIDO PELO DOF
Um jovem de 22 anos, morador em Cambé/PR, foi detido por uma das equipes operacionais do DOF, com dois tabletes de maconha escondidos em um pacote de salgadinho.
A ocorrência se deu no final da tarde dessa quarta-feira(03), quando policiais realizavam patrulhamento pela Avenida Hayel Bom Faker em Dourados, sendo abordado um ônibus que fazia o itinerário Coronel Sapucaia X Dourados e, durante abordagem, foi localizado com Brayan, um pacote de salgadinho que continha um tablete pequeno de maconha. Em busca pessoal foi localizado mais um tablete pequeno de maconha junto ao corpo de Brayan. Segundo o autor, comprou os quase meio quilo da droga em Amambai/MS e levaria para Cambé/PR, relatando que seria para o seu uso.
O fato, apesar de curioso, não incomum visto outros fatos desse tipo, onde as “mulas” escondem a droga em pacotes de salgado, caixas de leite ou suco, latas de doce e bebidas engarrafadas.
O caso foi registrado como posse de droga na DEPAC de Dourados/MS, sendo o autor ouvido e liberado.


VEÍCULO ROUBADO EM SANTO ANDRÉ/SP É APREENDIDO PELO DOF EM PONTA PORÃ
Fabio Vila Verde de Oliveira(24) morador em ponta Porã/MS e Ademir Carlos dos Santos(34), morador na cidade e Foz do Iguaçu/PR, foram presos por uma das equipes operacionais do DOF, transportando um veículo com queixa de roubo em SP.
O fato ocorreu na tarde dessa quarta-feira(03), durante bloqueio policial na MS 380 com a BR 463, região de Ponta Porã, sendo abordado um veículo Fiat Doblo de cor vermelha, com placas de São Paulo/SP, conduzido por Ademir e tendo Fabio como passageiro. Após checagem ao veículo, o mesmo apresentou adulteração no chassi e em vistoria mais aprofundada, foi constatado que o veículo teria placas originais de Santo André/SP, onde apresentou queixa de roubo no dia 14/12/2015.
Ademir disse ter comprado o veículo em Foz do Iguaçu/PR, pagando a quantia de 15mil reais, quando seu valor de mercado seria próximo dos 50mil reais.
O caso foi registrado como Receptação e Adulteração de sinais de identificação veicular na delegacia de Ponta Porã/MS.
DOF/MS, 05 de Agosto de 2016