Polícia Militar frustra roubo e andamento, liberta família e prende um dos autores

 Na noite deste sábado (25), a equipe de Rádio Patrulha da Unidade Policial Militar de Coronel Sapucaia foi acionada via 190 por um homem que dizia estar sendo vítima de roubo em sua residência.
 Imediatamente a equipe deslocou e na rua fez contato com o comunicante que disse que ao chegar a seu portão com seu veículo foi surpreendido por um indivíduo que o atingiu com uma arma na cabeça, disse que reagiu e conseguiu fugir, mas que sua esposa, dois filhos e uma sobrinha estavam na casa e que lá dentro também tinha um dos criminosos.
 A equipe policial fez o cerco a casa e iniciou uma breve negociação com o criminoso, que resolveu se entregar. Durante as buscas os policiais libertaram a família e encontraram um revolver com seis munições e uma mochila com uma garrafa pet contendo gasolina, um tablete de maconha, fita adesiva e várias cintas abraçadeira que seria usada para amordaçar e prender as vítimas.
 Em entrevista, uma das vítimas, uma mulher de 42, disse que tinha acabado de chegar na casa e que quando saia de seu quarto foi surpreendida por um indivíduo estranho empunhando um revolver que ordenou que a ela deitasse no chão. Que assustada, ela começou a gritar para que as crianças que estavam em outro quarto da residência pudessem correr. Relata ainda que foi amarrada com fita adesiva e que após isso o criminoso adentrou o quarto das crianças e também chegou a amarrar e amordaçar sua filha de 13 anos. Disse que o homem estava muito agressivo e exigia que lhe entregassem todo o dinheiro e joias, pois do contrário iria matar todos queimados.
 Diante da situação, o assaltante, um homem de nacionalidade paraguaia de 19 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao órgão com atribuição legal para as providências.