Suspeito de executar advogado na fronteira é morto a tiros em Ponta Porã


 A vítima foi identificada, segundo a Polícia Militar, como o paraguaio Hugo Antonio Bareiro Morinigo (33), suspeito de executar com 12 disparos de pistola do calibre 9mm o advogado Roque Anibal Quintana Figueredo (28) no dia 06 de maio de 2014.

 Nas proximidades do Palácio de Justiça na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, na tarde de segunda feira (23) por volta das 17:20 hs, Hugo Antonio Bareiro Morinigo transitava a bordo de uma motocicleta estrangeira, placa HDP 144 Paraguai, pela rua Epitácio Pessoa. E ao chegar à esquina com a Rua Gerônimo Belmont no bairro da Granja em Ponta Porã, foi atacado pelos pistoleiros que se encontravam a bordo de uma camionete (segundo testemunhas) e realizaram aproximadamente 15 disparos de pistola do calibre 9mm e ponto 40 contra a vítima, que chegou a ser auxiliada pelos integrantes do Corpo de Bombeiros Militares que atuaram com rapidez e encaminharam a vítima ao Hospital Regional, onde não resistiu os ferimentos e faleceu.

 A execução de Antonio Morinigo confundiu várias pessoas na região, onde familiares de um jovem acabaram identificando como familiar a vítima, pela que o mesmo deu entrada no Hospital Regional com outro nome, mas posteriormente o mesmo acabou sendo identificado como o pistoleiro paraguaio Antonio Morinigo, cujo corpo se encontra no IML de Ponta Porã à espera dos familiares.