Sexta, 07 de agosto de 2020
67 99656 4216
Polícia

08/07/2020 às 01h58

29

Mary de Oliveira

Coronel Sapucaia & Capitan bado Amambai py / MS

PRF e PF atuam no combate a fraudes em compras de Equipamentos de Segurança
Valor muito acima do mercado gerou desconfiança da PRF de que poderia estar ocorrendo uma fraude por parte das empresas
 PRF e PF atuam no combate a fraudes em compras de Equipamentos de Segurança
Logo da PRF

 Numa tentativa de compra de máscaras de TNT, em um procedimento licitatório para a aquisição de materiais de higienização e prevenção a viroses, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recusou a compra de equipamentos que estavam muito acima do valor de mercado.


 Com a suspeita de pudesse estar ocorrendo alguma fraude por parte das empresas que participavam do certame, a PRF informou à Polícia Federal, através de Ofício, para providências.


 Através da informação da PRF, a Polícia Federal desencadeou uma operação, denominada TNT, que executou Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela Justiça Federal.


 Com essa constatação realizada a partir da observação de servidores da PRF, reiteramos nosso compromisso com a boa gestão dos recursos públicos oriundos do contribuinte, principalmente no momento de tanta escassez de recursos e dificuldades frente a pandemia.


 Segue nota da Polícia Federal:


 “Na data de hoje foram cumpridos cinco Mandados de Busca e Apreensão com o intuito de apurar suposta fraude em licitação e possível crime contra a economia popular em cotação eletrônica efetuado pela Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso do Sul, que percebendo os preços muito acima do mercado oferecidos pelas empresas participantes do certame, informou à Polícia Federal que realiza as investigações.


 O pregão é destinado à aquisição de materiais de higienização e prevenção à COVID-19, sendo que as empresas que se habilitaram são de SP, MG, e RJ.


 A PRF pretendia adquirir 100.000 unidades de máscaras cirúrgicas com características específicas. Porém, com o resultado da classificação dos fornecedores, cinco empresas apresentaram preços aparentemente abusivos se comparados com o valor de referência. Máscaras que eram comercializadas por R$ 0,12 centavos a unidade, foram oferecidas por até R$ 20,00 a unidade.


 A operação, denominada TNT em referência ao tipo das máscaras, contou com a participação de cerca de vinte policiais e os mandados foram expedidos pela 3º Vara Federal de Campo Grande/MS, através de Inquérito Policial instaurado pela SR/PF/MS.

FONTE: PRF

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Operações Policiais

Operações Policiais

Blog/coluna Tudo sobre as operações policiais do Brasil e Paraguai em um só lugar!
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados